sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Bolo de Laranja

Uma receita que me foi dada pela minha amiga P. e que tenho feito imensas vezes e sai sempre bem e boa!

Ela chama-lhe chifon de laranja.


Ingredientes:

6 ovos
2 chávenas de farinha
2 chávenas de açúcar
1 cháven de sumo de laranja
1 colher café fermento
1 colher café canela em pó
1 chávena de café de óleo


Preparação:

Comece por ligar o forno.

Primeiro, separam-se as gemas e as claras e batem-se as claras em castelo.

Num recipiente à parte juntam-se todos os elementos secos e misturam-se muito bem com uma colher.

Faça um "buraco" ao centro e deite as gemes (previamente mexidas), o óleo e o sumo de laranja. Bater bem com a batedeira.

De seguida deitam-se as claras (não deitar aquele liquido que fica no fundo das claras) na massa obtida e misturam-se com a colher sem as dissolver completamente (não usar a batedeira).

Deita-se o preparado numa forma untada com manteiga e farinha e vai ao forno a 180 a 200º durante 45 minutos.

Costuma ficar fofo e um pouco húmido. Eu não gosto deles secos. Normalmente regulo o tempo de cozedura com a espessura da massa. Quando tem mais sumo de laranja e fica mais líquida deixo mais 5 minutos no forno, vou controlando com um palito.


Delicioso!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Bacalhau Dourado

Não sou propriamente uma “expert” nesta área, aliás acho que é nesta onde mais se aplica o meu lado desajeitado: A COZINHA!

Desde pequenita que fugia dela… mas com o tempo lá me fui familiarizando com as panelas e os tachos…
Agora… casada, a coisa mudou de figura! Já tenho que pôr mais vezes a “mão na massa”. Não me custa muito, tenho é falta de jeito e de prática.

Faço variados pratos mas não sei fazer refeições muito elaboradas.


A pior, para mim, é a minha SOPA :$ aquilo que para toda a gente é facílimo fazer. Não é que seja difícil, mas de início era de fugir e saía sempre igual (coitado do meu marido), depois fui aperfeiçoando um bocado, mas mesmo assim o habitual é pôr os legumes todos lá para dentro, deixar cozer e ralar tudo no fim. Agora já consigo fazer uma sopa aparentemente mais atraente :p

Nos outros pratos, às vezes até tento seguir uma receita, mas o mais certo é tirar umas ideias da receita e adaptá-la à minha falta de jeito e torná-la mais simples e prática.

Assim sendo, cá vai um receita (elaborada) que fiz. Uma receita que até me desenrasquei a fazer e, pelos vistos, saiu muito bem.

BACALHAU DOURADO

Ingredientes:

2 embalagens de migas de bacalhau (demolhado)
3 cebolas médias cortadas em meias-luas finas
500gr batatas
2dl azeite
4 ovos
sal q.b.
pimenta q.b.
2 dentes alho
Pimentos verdes
2 folhas louro
Salsa picada q.b.

Preparação:

Coza o bacalhau em água durante uns 15 minutos e guarde. Na mesma água coza as batatas até ficarem macias e corte-as às rodelas. Se não tiver muito tempo, coza tudo ao mesmo tempo. As batatas devem ser passadas em água fria antes de as cortar às rodelas, ou então esperar que arrefeçam um bocado.

Ligue o forno para aquecer.

Entretanto, num tachinho, levo ao lume o azeite, cebola, alho, salsa, pimenta, louro, pimento e uma pitada de sal e deixe que tudo ferva bem e se torne num molho.

Pegue numa terrina de ir ao forno e cubra o fundo com o molho, depois coloque uma camada de rodelas de batata e por cima uma camada de bacalhau. Faça outra de batata e outra de molho para terminar.

Se vir que faz falta, regue no final com mais um pouco de azeite. Por fim, bata os 4 ovos e espalhe-os no cimo da terrina até cobrir tudo.

Eu costumo usar as quantidades a olho, consoante as pessoas. A verdade é que nem sempre dá certo... mas lá me desenrasco. Também já fiz a mesma receita mas, em cima, em vez dos ovos, usei maionese lihgt. Também ficou muito bom.

Leve ao forno para gratinar e bom apetite.

P.S.: Quando voltar a fazer coloco uma foto.

Aceito dicas para melhorar as receitas que aqui colocar, quer nutricionalmente, quer com outras iguarias(desculpem palavra cara). Por isso etejam à-vontade para comentários e sugestões.

domingo, 24 de janeiro de 2010

As novas fotos da minha menina

Estas são as últimas fotos da minha menina... Estava muito pachorrenta este fim de semana.








E também não queria que eu fizesse nada! Vejam pelas fotos. Eu já tinha muito pouca vontade de começar e ela também pressentiu isso. Claro que eu não ia tirá-la dali... Acham?!?! A roupa podia muito bem esperar... Mas ela acabou por sair e estive mais de 2horas a realizar a terrível tarefa...


sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Dor Ciática

A minha nova (e velha) dor de "cabeça"... CIÁTICA!! (ou Ciatalgia)

Pois bem, parecia que já tinha passado quase a 90%, mas resolveu voltar!

É um dor chata, cujos medicamentos nada fazem de concreto. Este problema já me acompanha há alguns anos. Em 2006 fiz fisioterapia e foi o que me valeu! A partir daí, e após um ano de fisioterapia, a manutenção consiste em fazer hidroterapia, que no meu caso resume-se, agora, a 2 aulas de hidroginástica por semana. Confesso que ajuda, mesmo porque desde que iniciei as aulas a dor só voltou meia dúzia de vezes, mas era uma dor muito mais suportável.


O chato disto é que não tens posição de estar, nem de pé, nem sentada, nem deitada, nem com a perna debaixo de ti nem de jeito nenhum.


Pois bem (bem mal)! A dor voltou... Não sei se foi obra do "diabo" por ter falado nela aqui há dias, mas o facto é que voltou... E por isso resolvi colocar este post, pra falar um pouco desta "coisinha má".

DEFINIÇÃO:

"A ciática corresponde a uma crise aguda de dor ao longo do nervo ciático, que inerva a nádega, a coxa, a perna e o pé. Normalmente, esta dor apenas afecta um dos lados e costuma ser acompanhada por um ataque de lumbago (neste caso designado "Iombociatalgia"), sendo provocada por uma irritação mecânica ou pela compressão das raízes raquidianas que originam o nervo ciático (as últimas lombares e as primeiras sagradas), consequente de uma hérnia discal, podendo igualmente ser uma manifestação de uma artrose, do desenvolvimento de um tumor, etc." (www.medipedia.pt)

A minha é consequente da hiperlordose que me acompanha desde infância. Não, não sou meia corcunda..., mas tenho uma curvatura acentuada na parte inferior das costas (hiperlordose). Ao conjunto das duas chama-se LOMBOCIATALGIA.

TRATAMENTOS:

O meu, como referi, foi fazer fisioterapia, que consistia em estar cerca de 30 minutos numa maca, onde me colocavam uma espécie de saco/peso, super quente, na zona lombar que estava ligado a um aparelho (que não sei o nome). Eu ficava ali aquela meia hora que mais parecia a "hora da sesta". Cheguei mesmo a adormecer várias vezes :p

Depois mudava de cubículo e uma Enfermeira fazia-me uma massagem intensa, que me deixava ainda mais zombie! Daí, vestia o fato de treino e ia para zona do ginásio, onde a Fisioterapeuta Sónia me deixava de rastos.

Depois há os tratamentos a nível médico, que consiste em anti-inflamatórios e analgésicos. E os tratamentos a nível das medicinas alternativas. O que melhores resultados costuma dar é a osteopatia.

Pelos vistos, a prática de PILAES também ajuda nestes casos. Mas aqui na minha pequena cidade temos muitíssimo poucos especialistas nesta área.

Podemos ver no site de Tatina Matsuo (http://tatipilates.wordpress.com/) coisas que podemos tentar melhorar para nos sentirmos melhores. Veja em baixo:


MOVIMENTOS ERRÔNEOS MAIS COMUNS:

"1 – Imagine a sua coluna como sendo um poste que deveria estar bem firme e estável devido a estabilização e força da musculatura abdominal. Neste poste você pendura um mastro (perna) através de um cabo (músculo flexor do quadril ou íliopsoas); quando o cabo encurta ele eleva o mastro (a perna sobe) e quando o cabo se alonga o mastro desce. Você consegue imaginar? Agora imagina que este poste (c0luna) não tem uma boa fundação (abdómem flácido), ele está meio mole e solto, quando você tenta elevar o mastro (perna) encurtando o cabo, o peso do mastro (perna) traciona o poste (coluna-lombar) para frente, mas mesmo assim você continua subindo o mastro (perna). Para que o poste não caia a frente, um novo cabo (musculatura da lombar e piriforme) vai entrar em jogo puxando para trás para fazer o trabalho que a fundação não está mais fazendo (musculatura abdominal). Quanto mais fraca a estrutura-fundação do poste (abdómem) maior a tração que a musculatura posterior vai receber causando um stress e uma inflamação ou com o passar do tempo outras patologias mais sérias poderão aparecer.

Correcção: Retreinar e fortalecer o abdómem, todo movimento deve começar pela conexão do transverso abdominal, que é um músculo abdominal mais profundo. Ele deve manter a coluna neutra sem deixar a lombar ser tracionada para frente, de forma que a musculatura lombar possa relaxar enquanto o flexor do quadril eleva a perna a frente. Este movimento é importante pois faz parte da caminhada, escalada de escadas, etc.

2 – Outro movimento comummente executado de forma errada é a flexão do tronco à frente, onde a maioria das pessoas por encurtamento da musculatura da perna e pouca mobilidade da coluna, acaba articulando poucos níveis da coluna mantendo uma grande alavanca à frente.

Correcção: o abdómem deve estar engajado para preservar os espaços intravertebrais, e deve-se articular todas as vértebras dividindo assim a tensão no maior número possível de articulações para diminuir a alavanca e consequentemente a tração.

3 – Num agachamento é importante a manutenção da Coluna Neutra dissociando a articulação do quadril, isto é, você deve relaxar a musculatura do glúteo e manter a Lordose Lombar para que a perna faça todo o trabalho e não a coluna.

Estas são os movimentos mais importantes para serem corrigidos e reeducados. Existem várias formas e diferentes exercícios que deverão ser aplicados; a mobilização da coluna, deve ser a primeira coisa a ser trabalhada, para que o aluno aprenda a controlar cada segmento da coluna de forma fluida e com o menor esforço ou desgaste possível.

PONTOS IMPORTANTES:

- Para evitar a dor de coluna, você deve manter seu corpo flexível e coordenado; um corpo forte, inteligente e equilibrado não só evita lesões como melhora a qualidade de vida em termos de se sentir bem consigo mesmo, aumentando a disposição e a auto-estima.

- Sentar correctamente (sobre os ísquios com a costas apoiadas, joelhos ligeiramente à cima do nível do quadril e com o tronco erecto); diminuir o stress dos ombros quando trabalha, dirige ou carrega peso (quem tem que fazer força são os braços e não os ombros); manter a coluna móvel e flexível (não fique mais do que 40 minutos na mesma posição, se estiver sentado, levante-se e faça um pequeno alongamento).

- Tudo isso é trabalhado no Pilates através de movimentos dinâmicos e fluidos, de forma que você possa transferir os movimentos para o seu dia a dia com muita facilidade.

- O mais importante é não parar de fazer a aula ou interromper o tratamento só porque se está a sentir melhor. Na verdade, é neste período que você deveria se dedicar mais, pois quando o corpo está em crise de dor, ele não consegue se movimentar livremente e o trabalho de fortalecimento fica comprometido."


Para quem sofre do mesmo mal que eu, cá vão os EXERCÍCIOS que eu fazia:

Os que ainda me lembro porque praticamente nunca mais os fiz, só quando tinha dores. Sei que na altura me comparavam com uma gata, e eu adorava porque eu adoro gatos :p, já vão perceber o porquê da comparação.

1 - Numa cama, deitada de barriga para cima, braços esticados ao lado do corpo e joelhos flectidos. Erguer o rabo e aguenta-lo lá em cima e contar até 5. Descer e relaxar e contar até 5. Voltar a subir e repetir 10 vezes.


2 - Deitada na mesma posição, mas com as pernas esticadas, erguer as 2 pernas até fazer ângulo recto com o corpo e aguentar bem. Neste exercício, a Dra. punha-se a fazer força cima dos meus pés e fazia pressão para a frente (em direcção à minha cabeça) esticando muito as pernas. Confesso que este doía bastante.

3 - Deitada, de pernas esticadas, subir um joelho de cada vez até ao peito, segurando com os braços. Contar até 5 e trocar de perna. Fazer 10 vezes.

4 - Deitar na beira da cama (maca), de barriga para cima, com as pernas de fora e os pés a pousarem no chão. Segurar as mãos na beira da cama e manter as costas deitadas. Fazer força na cintura e puxar as 2 pernas, juntas e esticadas até cima e contar até 5. Baixar muito devagarinho as 2 pernas juntas até chegar ao chão. Repetir 10 vezes. (Este exercício custou-me imenso a fazer no início, mas para o fim já conseguia fazer melhor.)

5 - Repetir o exercício anterior, mas desta vazes, de costas para cima, ou seja, barriga deitada na cama, rabo de fora e subir as pernas o máximo que conseguir. Aguentar o que conseguir e baixar devagar (que também não era fácil). Repetir 10 vezes.

6 - De volta à cama, desta vez na posição de 4. De joelhos e mãos na cama e costas erguidas. Tentar fazer a posição de gato assanhado. Erguer as costas a tentar fazer curva e contar até 5. Baixar para posição recta (não deixar cair a barriga), tentar fazer linha recta com a coluna e contar até 5. Voltar a subir e repetir 10 vezes.


7 – Deitada, com os braços ao lado do corpo e as pernas juntas, mantendo a cabeça deitada, tentar chegar com a mão direita ao joelho direito e contar até 5. Trocar de braço e repetir 10 vezes.


8 – Contra uma parece, costas e cabeça bem encostas, e subir o joelho direito até ao peito, com a ajuda das mãos. Contar até 5 e trocar de joelho. Repetir 10 vezes.


9 – Ainda contra a parede, manter as costas bem encostadas e flectir os joelhos, fazer movimentos de ir acima e abaixo, tentando manter as costas sempre direitas!


10 – Ainda totalmente encostada à parede, tentar fazer pressão na zona da barriga, contra a parede, movimentos de trás para a frente.


11 – Ainda na parede, baixar e tentar chegar com as 2 mãos ao chão. Esticar o máximo que conseguir e contar até 5 lá em baixo. Subir e repetir 10 vezes.


12 – Última na parede. Pegue numa bola de ginástica (daquelas grandes como as de Pilates) e coloque-a entre a parede e as suas costas. Vá descendo e subindo devagar, mantendo sempre a bola nas costas. Fazer 10 vezes.


13 – Pegue numa esteira e sente-se. Junte as pernas e tente chegar aos pés com as 2 mãos. Esforce um bocado e conte até 5. Repita 10 vezes. Aqui a Dra. Também vinha sentar-se nas minhas costas e fazia imensa força. Nem dava para fazer a contagem do tempo, era aguentar até ela querer.


14 – De barriga para baixo, apoie-se nos braços e puxe a cabeça para trás enquanto lhe tenta chegar com os pés. Conte até 5, relaxe e repita 10 vezes.


15 – Pegue de novo na bola e deite-se sobre ela na zona da barriga. Equilibre-se e ponha as mãos no chão. Agora, ande com as mãos e movimente a bola até aos pés e depois até à barriga/peito e vice-versa. Faça 10 vezes.

16 – Agora, sentada na bola, deite-se de costas e faça o mesmo exercício tentando manter o equilíbrio. Faça 10 idas e voltas.


Não é nada fácil pois não? Mesmo para quem não tem estes problemas, há imensa gente que não consegue fazer estes exercícios. Por agora não me recordo de mais nenhum! Mas acreditem, fiquei com mais flexibilidade e fortaleci a zona lombar (mas entretanto a flexbilidade já se foi, é o que faz não praticar.)



Coragem e não desistam! BOA SORTE!!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Decorar e Arrumar

Tinha lá em casa, em sacos plásticos, estas folhas de chá e estes feijões secos e, como não achava muito estético nem prático, lembrei-me de usá-los para decorar.

Comprei estes 2 frascos por 3,95€ (cada) e coloquei-os a enfeitar a banca da cozinha, entre o lava-louças e o fogão.




E ficou assim! Que acham?

Podem-se pôr também outras coisas, tipo: rebuçados (golosa :p fica muito giro), massa, arroz, açucar, café, frutos secos, etc. Como têm fecho hermético, guardam as coisas sem estragar.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Alimentos que devem ser consumidos diariamente

É um tema sobre o qual gostava de saber muito mais. Quem sabe um dia tiro um curso de Nutrição!

Costumo receber o boletim deste site brasileiro, que tem posts simples e fáceis de entender, tanto sobre alimentação como de exercícios físicos. Hoje resolvi colocar aqui este. Penso que é sempre bom sabermos o que devemos arescentar à nossa alimentação para torná-la mais rica.


"Espinafre, feijão preto, iogurte, aveia, são alimentos que devem ser consumidos diariamente para garantir o bom funcionamento do organismo.

Alguns tipos de alimentos possuem propriedades nutricionais importantes para o bom funcionamento do organismo, por isso devem ser consumidos diariamente. Confira quais são esses alimentos e os seus substitutos para ter uma alimentação mais variada:

Espinafre: Rico em Ômega-3 e folatos ajuda a reduzir o risco do aparecimento de doenças cardíacas, derrame e osteoporose. O espinafre possui luteína, que ajuda a prevenir a degeneração macular, problema da retina muito comum em idosos. O ideal é consumir uma xícara de espinafre fresco ou 1/2 xícara dele cozido. Pode ser substituído por couve ou alface romana.

Iogurte: A fermentação do leite origina milhões de probióticos, que são bactérias benéficas que auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico e previnem o aparecimento de câncer de cólon. Nem todos os iogurtes contêm probióticos, portanto verifique no rótulo antes de adquirir. O ideal é consumir uma xícara por dia.

Cenoura: Frutas e legumes amarelos e alaranjados são fontes de carotenóides, que reduzem alguns tipos de câncer, combatem inflamações como asma e bronquite e a artrite reumatóide. A cenoura é muito fácil de preparar e contém poucas calorias. O ideal é consumir 1/2 xícara de cenoura por dia, pode ser em saladas, sucos, sopas, tortas, bolos, etc. Pode ser substituída por abóbora, manga, batata doce e pimentão amarelo.

Feijão Preto: Todos os feijões trazem efeitos benéficos ao coração, porém o preto ajuda a melhorar a sua capacidade, pois contém um antioxidante com efeitos positivos no funcionamento cerebral. O feijão é rico em proteínas e fibras, auxiliando o trabalho do intestino. Pode ser substituído por lentilha, fava, ervilha e outros feijões. Quando consumido com arroz, torna-se um alimento completo em proteínas.

Nozes: São alimentos ricos em ômega-3, possuem mais polifenóis do que o vinho tinto e mais proteínas do que a carne de frango. O ideal é consumir sete nozes por dia. Pode ser substituído por amêndoas, amendoim, castanhas e avelã.

Aveia: A aveia é essencial ao nosso dia-a-dia. Rica em fibras solúveis ajuda a reduzir o colesterol ruim, previne doenças do coração e melhora a trânsito intestinal. Além disso, é rica em carboidratos e proteínas. O ideal é consumir uma xícara de aveia por dia em iogurtes, saladas, com frutas, etc. Pode ser substituída por quinua, sementes de linhaça e arroz selvagem."

Fonte: http://bemstar.globo.com

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

12 dicas para poupar dinheiro nos cosméticos

Não é que eu seja utilizadora assídua destes produtos, mas as dicas são interessantes. Precisamente por usar muito pouco, também compro muito pouco destes artigos, daí as dicas serem úteis para quem as coisas têm que durar anos.



"Parte integrante do ritual de beleza de qualquer mulher, a maquilhagem é uma ferramenta indispensável no dia-a-dia do universo feminino, no entanto, todos sabemos que os cosméticos são, em geral, bastante caros. Saiba como poupar nesta área, sem prejudicar a sua beleza.

1 - Batom de longa vida. Os seus batons estão todos no fim e precisa desesperadamente de comprar novos? Não deite os velhos fora, ainda têm muito que brilhar! Com uma colher ou outro utensílio pequeno retire as sobras do batom até ao fundo e guarde-as numa antiga caixinha de sombras ou de medicamentos (desde que seja repartida e esteja bem limpa) – agora tem uma paleta inteira de batons por onde escolher, para misturar e fazer experiências, utilizando um pincel apropriado.

2 - Rímel ressuscitado. Quantas vezes não tenta aplicar rímel, só para verificar que este está seco e provavelmente no fim? Não deite logo fora, passe o tubo da máscara para pestanas debaixo de água quente durante alguns minutos e ficará com um rímel novo em folha.

3 - 2-em-1. Existem muitos produtos cosméticos que servem duas funções. Pode, por exemplo, usar um batom como um blush tipo-creme e um iluminador de rosto também serve para os olhos, não precisa de adquirir dois.

4 - Vaselina milagrosa. Esqueça os desmaquilhantes caros (em creme, loção e toalhitas) e opte antes por usar vaselina – é mais barata, dura muito tempo e retira toda a maquilhagem tão bem ou melhor como qualquer desmaquilhante!

5 - Blush e sombra. Quando os seus blush e sombras preferidos começarem a estalar e a desfazer-se, deite-os numa pequena caixinha e utilize-os como pós.

6 - Doce esfoliação. Em vez de comprar esfoliantes de pele caros, acrescente açúcar ao seu leite ou gel de limpeza normal e faça a esfoliação habitual. Por uma fracção do preço, vai conseguir uma pele igualmente resplandecente.

7 - Usar até acabar. Habitue-se a terminar um cosmético antes de comprar um novo, caso contrário vai gastar dinheiro de forma contínua, para acumular maquilhagem desnecessária em casa… a verdade é que não consegue usar tudo em simultâneo. Não se esqueça que os cosméticos também têm um prazo de validade. Poupa maquilhagem, poupa dinheiro.

8 - Pincéis perfeitos. Tal como os próprios cosméticos, também os pincéis de maquilhagem são bastante caros. Sabia que, em substituição, pode utilizar cotonetes? Uma opção muito económica, principalmente para quem não usa muita maquilhagem ou então para quem não a aplica regularmente. Se não vive sem os seus cosméticos, adquira os pincéis numa loja de arte: mais baratos, igualmente eficazes.

9 - Compras inteligentes. Se é cliente assídua da mesma perfumaria ou loja de cosméticos, pergunte se não existe um cartão cliente – verifique se os benefícios são vantajosos para si e as suas necessidades. Antes de adquirir um novo produto, peça amostras para poder experimentar em casa e realmente avaliar se é a maquilhagem adequada para si ou não, evitando a compra de algo que pode acabar por não usar. Faça uma pesquisa dos preços dos cosméticos em hipermercados e drogarias – pode surpreender-se!

10 - Make-up online. Hoje em dia não faltam sites de cosmética e, claro, preços atractivos, por isso, faça muita pesquisa online antes de adquirir os seus produtos habituais. Não se esqueça de se inscrever no site para poder receber a sua newsletter com informação actualizada sobre eventuais promoções e códigos de desconto.

11 - Consulta cosmética. Muitas perfumarias oferecem, actualmente, consultas de maquilhagem gratuitas, o que apresenta duas grandes vantagens: aprende quais os cosméticos que realmente favorecem-na e deixa de comprar e experimentar dezenas de produtos que acabam por ficar abandonados nas gavetas; para além disso, vão certamente oferecer-lhe amostras de alguns produtos, o que adia a sua compra durante algum tempo.

12 - Poupar e vender. Se a maquilhagem é uma paixão, porque não tornar-se representante de uma marca de cosméticos e vender às suas familiares, amigas e colegas de trabalho? Para além de ganhar algum dinheiro extra, terá acesso a preços extremamente aliciantes."

Fonte: http://saberpoupar.com/

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

O futuro das compras!




Será?!

Eu acho a ideia muito fixe e prática. Falta saber se será mesmo assim. Cá espero estar para ver.

Muito melhor que estar enfiada num cubículo minúsculo, onde mal nos podemos mexer e onde, para tirarmos umas calças, estamos sempre a dar cotoveladas nas paredes.!

Quem sabe também não possamos poder fazer estas compras a partir de casa?! Aí sim... poupava-se no transporte, no tempo de viagem e a chuva e o frio já não seriam um impedimento para irmos às compras ;)

Aprovado!

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Novo ano

Ola...

BOM ANO 2010 pra vocês todos...


Como sempre, começo o novo ano um ano mais velhinha... Tive 2 semaninhas de férias, mas pouco deu pra aproveitar. Deu sim, pra descansar a cabeça e o corpo...
Passeei um bocadinho, fiz umas compritas e fomos passar 3 dias e meio a Paradela (uma fureguesia que fica uns Km após Peso da Régua). Não caiu neve :( mas estava muiiiito fresquinho!


Agora é o regresso ao trabalho, àquele horário certinho e à rotina do dia-a-dia.


Beijinhos a todos e FELIZ 2010.